Abrir o índice

ENTREVISTAS

Yasuo Kobayashi
Artesão de papel japonês washi.
Nascido em Kadoide, Província de Niigata, em 1954. Representante de Echigo Kadoide Washi. Iniciou arando o campo de cultivo de matéria prima, a amoreira, e fundou a Cooperativa de Produtores de Washi de Kadoide. A partir de 1982 envolveu-se a fundo na revitalização da região, e continua até hoje os movimentos de intercâmbio entre a cidade e áreas rurais, reforma de casas cobertas de palhas e sua utilização. Em 1985 foi lançado o saquê “Kubota”, e o seu rótulo feito de washi ultrapassou 3 milhões de folhas, cuja produção vem gerando empregos locais. Em 2004, a fim de propor a introdução no cotidiano do papel que a matéria prima amoreira deseja ser (criar ao invés de fazer), abriu o “Koshino Kigami Kobo (Ateliê de papel não processado de Koshi)”. Em 2007, instalou papeis de parede no museu de arte Suntory, centrado na parede de luz. A partir de 2015, sob o seu conceito de “enriquecer os cinco sentidos” e pensando na necessidade da força primitiva no futuro, começou os experimentos com a ideia de “Daichi no Gakko (escola da terra)”